BIS - Siddhartha

Livro de bolso

BIS - Siddhartha

Livro de bolso

Siddhartha, filho de um brâmane, nasceu na Índia no século VI a.C. Passa a infância e a juventude isolado das misérias do mundo, gozando uma existência calma e contemplativa. A certa altura, porém, abdica da vida luxuosa, protegida, e parte em peregrinação pelo país, onde a pobreza e o sofrimento eram regra. Na sua longa viagem existencial, Siddhartha experimenta de tudo, usufruindo tanto as maravilhas do sexo, quanto o jejum absoluto. Entre os intensos prazeres e as privações extremas, termina por descobrir «o caminho do meio», libertando-se dos apelos dos sentidos e encontrando a paz interior. Em páginas de rara beleza, Siddhartha descreve sensações e impressões como raramente se consegue. Lê-lo é deixar-se fluir como o rio onde Siddhartha aprende que o importante é saber escutar com perfeição.


Hermann Hesse (1877/1962). Distinguido, em 1964, com o Nobel da Literatura, tornou-se uma verdadeira figura de culto, uma referência universal ancorada na exaltação que faz do indivíduo e na celebração de um certo misticismo oriental. Peter Camenzind é o seu primeiro romance, Siddhartha o resultado de uma visita à ìndia, é o seu livro mais lido em todo o mundo. Entre os seus romances, incluem-se O Lobo das Estepes, Narciso e Goldmundo e O Jogo das Contas de Vidro. Explorando sempre o dualismo entre a vida activa e a atitude contemplativa, Hermann Hesse é, a par de Thomas Mann e Franz Kafka, um dos nomes maiores das letras germânicas do século XX.

Ler mais
€ 4,46
PVP   € 5,95
Poupe € 1,49 (25%) Comprar

Ano de Edição / Impressão / 2012
Número Páginas / 144

Dimensões / 190 x 08 x 125 mm
ISBN / 9789896602079
Editora / LEYA
Autor
Hermann Hesse nasceu a 2 de julho de 1877, na Alemanha, e morreu a 9 de agosto de 1962, na Suíça.
Distinguido, em 1946, com o Nobel da Literatura, tornou-se uma verdadeira figura de culto, uma referência universal ancorada na exaltação que faz do indivíduo e na celebração de um certo misticismo oriental.
Peter Camenzind, o seu primeiro romance, data de 1904. Uma visita à Índia fê-lo descobrir uma cultura e um novo modo de sentir que o fascinaram: Siddhartha (1922) foi o fruto dessa experiência, sendo o seu livro mais lido em todo o mundo.
Durante a Primeira Guerra Mundial, refugiou-se na Suíça, país neutro, onde adquiriu a respetiva nacionalidade, em 1923.
Ofereça livros perfeitos
Ofereça livros perfeitos Fale-nos sobre a pessoa a quem quer oferecer livros.
O resto é por nossa conta.
Ofereça livros perfeitos