FERNANDO DACOSTA
Nascido em Luanda, de onde foi em criança para o Alto-Douro, Fernando Dacosta fixou-se depois em Lisboa iniciando-se no jornalismo e na literatura. Integrou redacções de órgãos de comunicação como Flama, Diário de Lisboa, Diário de Notícias, O Jornal, Público, Visão. 
Foi director dos Cadernos de Reportagem. Tem mais de 25 obras publicadas entre as quais se destacam a peça Um Jipe em Segunda Mão, sobre a guerra colonial (Grande Prémio de Teatro RTP e prémio da Associação Portuguesa de Críticos de Teatro), os romances O Viúvo (Grande Prémio Círculo de Leitores/Ler), Os Infiéis, as narrativas Moçambique, Todo o Sofrimento do Mundo (prémios Gazeta e Fernando Pessoa), Máscaras de Salazar, Os Retornados Mudaram Portugal (Prémio Clube Português de Imprensa), O Botequim da Liberdade e Viagens Pagãs.
Em 1995, recebeu a Ordem do Infante D. Henrique e, em 2013, eleito sócio-correspondente da Academia das Ciências, Secção de Letras, de Lisboa.

Livros do Autor

Visualizar: Lista Capas