Pratas Conquistador - eBook

A história desconhecida de um Charlot português
Promo
10%

Pratas Conquistador - eBook

A história desconhecida de um Charlot português
No meio da tarefa de esvaziar uma casa de família, a descoberta inesperada de um conjunto de cartas, fotografias e recortes revela ao narrador a existência de um tio-bisavô pioneiro do cinema em Portugal.
Será o misterioso tio Emídio, curiosa personagem das anedotas familiares, o mesmo Emygdio Ribeiro Pratas, autor e intérprete, em 1917, da primeira comédia cinematográfica portuguesa ao estilo de Charlot? Que destino foi, afinal, o deste homem que teve uma vida absolutamente aventurosa? E porque terá sido votado ao esquecimento?

Partindo da história desta figura multifacetada e do papel que representou na vida dos seus contemporâneos e dos seus descendentes, Paulo M. Morais explora os limites da ficção e da não-ficção, conduzindo o leitor ao Portugal das primeiras décadas do século XX, entre a queda da Monarquia e o advento da Sétima Arte, numa viagem ao mesmo tempo intimista e coletiva, poética e documental, que prende da primeira à última página.
Ler mais
eBook
€ 8,99
PVP   € 9,99
Poupe € 1,00 (10%) Comprar

Novidade / -10% Promoção válida de 2019-05-15 a 2019-08-14
Ano de Edição / Impressão / 2019
Formato / EPUB
Dimensões / 235 x 26 x 157 mm
ISBN / 9789897801235
Editora / CASA DAS LETRAS
Promoções Ativas: Novidades
Autor
MORAIS, PAULO M.
Paulo M. Morais nasceu em fevereiro de 1972. Cresceu nos arredores de Lisboa entre futebóis de rua, livros de aventuras e sessões de filmes clássicos.
Licenciou-se em Comunicação Social e trabalhou em revistas profissionais e portais de Internet. Cumpriu um sonho de juventude ao fazer crítica de cinema; depois, pôs uma mochila às costas e deu a volta do mundo. Ao regressar, especializou-se em gastronomia e turismo, foi pai de uma menina e plantou um pessegueiro. Atualmente traduz romances e livros de não-ficção e, nos intervalos, continua a deslumbrar-se com o ofício da escrita.
Em 2013, publicou Revolução Paraíso, romance passado no pós-25 de Abril. Seguiu-se a distopia O Último Poeta (2015) e, em 2016, Uma Parte Errada de Mim, que junta memórias e reflexões sobre a vida ao relato do tratamento de um linfoma. Em 2017, após uma imersão na escola pública da Ponte que resultou no livro Voltemos à Escola, publica Seja Feita a Tua Vontade, finalista do Prémio Leya em 2015.