Sinopse
Jorge Jardim foi um homem de sete ofícios e de sete faces: Subsecretário de Estado entre 1948 e 1952, gestor de empresas de Manuel Boullosa e António Champalimaud, mensageiro de António de Oliveira Salazar e Marcelo Caetano junto de Hastings Banda, cônsul do Malawi na Beira, planeador de golpes de Estado e de incursões, chefe de tropas especiais sem ser militar, tutor de serviços de informação, promotor de acções de desestabilização nos países vizinhos de Angola e de Moçambique, aventureiro de mil peripécias.
Foi uma figura controversa, suscitou grandes afeições e grandes repulsas, fazia a diferença e a quase ninguém era indiferente. Foi um indivíduo invulgar, quer nos seus atributos visíveis, quer nas suas obscuras deambulações e características, e difícil de enquadrar nas tipificações clássicas da psicologia. Verdadeiramente só perseguiu aquilo que lhe escapou, teve Moçambique a seus pés e morreu, quase sozinho e de mãos vazias, em busca das oportunidades perdidas.
Este livro baseia-se em documentação inédita de vários arquivos e em dezenas de entrevistas, correspondentes a três anos de pesquisa e a milhares de horas de gravação de testemunhos orais.
É a revisitação de um tempo histórico que muitos, em Portugal e em África, ainda retêm na pele e na memória.
José Freire Antunes in Prólogo
Ler mais Ler menos

Detalhes

  • ISBN: 9789722077132
  • ISBN do Ebook: 9789722077149
  • Editora: DOM QUIXOTE
  • Ano de Edição / Impressão: 2023
  • Dimensões: 235 x 157 x 44 mm
  • Páginas: 688

PROMOÇÕES ATIVAS

Novidades
O autor
JOSÉ FREIRE ANTUNES (1954-2015) foi Mestre em Relações Internacionais pela Faculdade de Ciências da Comunicação da Universidade Complutense de Madrid. Foi Research Associate e Visiting Scholar da Universidade de Columbia, em Nova Iorque, e adjunto político do primeiro-ministro Aníbal Cavaco Silva entre 1988 e 1993. Autor de mais de vinte livros sobre a história e as relações externas de Portugal, publicou inúmeros artigos em diversos jornais e revistas.
Ler mais Ler menos