Peak

Como Se Tornar o Melhor Na Sua Área

Peak

Como Se Tornar o Melhor Na Sua Área
Mozart tinha um “ouvido perfeito”: na infância identificava qualquer nota tocada por qualquer instrumento. Reza a lenda que se tratava de um dom único e inigualável. Hoje sabemos que não é assim.
A verdade, como foi provado cientificamente, é que crianças educadas a identificar notas têm grandes probabilidades de desenvolver a mesma capacidade. Claro que há pessoas com mais talento do que outras. Mas se excluirmos constrangimentos desse tipo, a principal diferença entre os melhores do mundo e todos os outros resume-se ao tipo de prática que levam a cabo.
Ao longo de mais de três décadas, o professor de Psicologia Dr. Anders Ericsson estudou a arte da especialização em diferentes áreas, da música ao desporto de alta competição, passando pelo xadrez (tornando‑se ele próprio o melhor do mundo nessa área de estudo). As suas descobertas vieram revolucionar o modo como hoje se pensa a aquisição de competências. Provou que quase todos nós nascemos com capacidade para nos tornarmos extraordinários. E demonstrou que, para se atingir o patamar da excelência, é preciso ter método: para definir objetivos, controlar o feedback, identificar padrões ou aprender a automotivar‑se.
Chama-se a isso Prática Deliberada.
Ler mais

Os ebooks e audiobooks mais populares disponíveis na subscrição Kobo+e_Leya.

eBook
€ 12,99
Comprar
Ano de Edição / Impressão / 2022
Número Páginas / 384

Dimensões / 234 x 21 x 156 mm
ISBN / 9789892353302
Editora / LUA DE PAPEL
Autor
Anders Ericsson é professor catedrático de Psicologia na Universidade Estatal da Flórida. Estuda a performance em campos como a música, medicina, xadrez ou desporto, e o modo como os grandes especialistas desenvolvem mecanismos cognitivos próprios através da Prática Deliberada. Coordenou a edição de dois livros académicos, The Cambridge Handbook of Expertise and Expert Performance (2006) e Development of Professional Expertise (2009). O seu trabalho inspirou o livro Outliers, de Malcolm Gladwell.
Depois de concluir três cursos – História, Física e Matemática – Robert Pool tornou-se investigador e professor universitário. Mais tarde passou a dedicar‑se à divulgação científica, como autor, palestrante, consultor e jornalista. Foi editor das revistas científicas Science e Nature e publicou artigos na Forbes ASAP, Think Research, The Washington Post, entre outras publicações.