Unicórnios Portugueses

Promo
20%

Unicórnios Portugueses

Até 2007, José Neves manteve em paralelo dois negócios: uma marca de calçado e uma empresa de software. Percebia dos dois ramos, mas não tinha vantagem competitiva em nenhum: como designer de calçado ou programador nunca seria o melhor do mundo. No entanto, e como viria a confessar, “se juntasse as duas coisas, talvez…” Acabou por fundir os dois conceitos na Farfetch.
E ao lançar uma plataforma para a moda de luxo, criou o primeiro unicórnio português: um negócio que em 2015 foi avaliado em mais de mil milhões de dólares. Passados poucos dias, recebia a visita da então jornalista do Observador, Ana Pimentel.
Nos anos seguintes, a multipremiada repórter desdobrou-se em entrevistas e assistiu na primeira fila ao nascimento de outros unicórnios (como a OutSystems ou a Talkdesk), viu como sobreviveram à crise de 2008 ou à pandemia de 2020. Tudo isso faz parte deste livro.
Aqui vemos como se faz um unicórnio com ADN nacional – desde o primeiro dia. Percebemos que não há uma receita única para o sucesso. Muitas vezes a paixão de inovar existe ainda antes de haver a ideia. Certo é que é preciso muita tenacidade e engenho para se chegar ao pódio. Unicórnios Portugueses não é um conto de fadas, embora às vezes pareça. Aqui descobrimos a magia, mas também o lado prático do negócio, do investimento aos IPO.
É um relato real de uma história sem fim à vista: porque o fenómeno começou antes do que muita gente pensa… E está aí para durar.
Ler mais

Os ebooks e audiobooks mais populares disponíveis na subscrição Kobo+e_Leya.

€ 12,72
PVP   € 15,90
Poupe € 3,18 (20%) Comprar

eBook
€ 10,79
PVP   € 11,99
Poupe € 1,20 (10%) Comprar
Novidade / -10% Promoção válida de 2021-10-19 a 2022-02-01
Ano de Edição / Impressão / 2021
Número Páginas / 256

Dimensões / 233 x 17 x 156 mm
ISBN / 9789892352565
Editora / LUA DE PAPEL
Autor
Ana Pimentel estudou Ciências da Comunicação na Universidade Nova de Lisboa. Ainda estava na faculdade quando publicou a primeira reportagem na revista Única, do Expresso. Desde então escreveu para meios como o Jornal de Negócios, Exame e Expresso, até que em 2014 integrou a redacção do Observador – primeiro como jornalista, depois como editora de Tecnologia – onde esteve até Julho de 2021. Durante cinco anos assinou a newsletter Startups, que em 2020 viria a ser considerada pela Sifted (publicação do Financial Times) como uma das melhores da Europa na área. Na Rádio Observador, foi a voz do podcast A App da Vizinha. Em 2015 foi distinguida como Startup Journalist of the Year, pelos Up Awards; em 2015 e 2016 venceu o Prémio de Jornalismo Económico na categoria de Mercados Financeiros; e em 2018 e 2019 foi finalista do Prémio Nacional de Jornalismo de Inovação. Moderou conferências nacionais e internacionais (Web Summit, Comissão Europeia, entre outras).