A Ladra

Coleção: Irmandade da Adaga Negra - Volume XVI
Promo
10%
Brinde

A Ladra

Coleção: Irmandade da Adaga Negra - Volume XVI
Surgem novos inimigos da Irmandade da Adaga Negra e o desejo arde intensamente neste novo romance da emocionante e lendária saga. 

Sola Morte, ex-ladra e arrombadora de cofres, desistiu da sua antiga vida à margem da lei. Em fuga de uma família de traficantes de droga, ela está escondida, bem longe de Caldwell, mantendo a sua independência e a segurança da avó. O seu coração, porém, continua no norte, nas mãos do único homem que conseguiu penetrar as suas defesas: Assail, filho de Assail, que nunca se quis apaixonar – e muito menos por uma mulher humana. Mas é impossível terem um futuro comum, e não apenas porque Sola desconhece que ele é um vampiro, mas porque ele está longe de deixar de combater ao lado da Irmandade da Adaga Negra. O destino, no entanto, tem outros planos para ambos. Quando Assail fica em coma, à beira da morte, os seus primos procuram Sola e imploram-lhe que lhe dê uma razão para viver. A última coisa que ela quer é retornar ao passado, mas como pode deixá-lo morrer? 
Com o surgimento de um novo e letal inimigo dos vampiros, a Irmandade precisa mais do que nunca de Assail de volta, Sola torna-se não apenas um alvo, mas uma força fulcral de missão numa guerra que ela não compreende. E quando a verdade sobre Assail for revelada, ela fugirá do horror... ou seguirá o seu coração e cairá nos braços do homem que a ama mais do que a própria vida?
Ler mais
€ 20,61
PVP   € 22,90
Poupe € 2,29 (10%) Comprar

eBook
€ 16,99
Comprar
Ano de Edição / Impressão / 2019
Número Páginas / 472

Dimensões / 235 x 30 x 157 mm
ISBN / 9789897800542
Editora / CASA DAS LETRAS
Promoções Ativas: Oferta de portes CTT48
Autor
J. R. Ward vive no Sul dos Estados Unidos, com o seu marido incrivelmente generoso e o seu amado golden retriever. Depois de se ter formado em Direito, começou a sua vida profissional na área da saúde, em Boston, tendo passado muitos anos como chefe de equipa de um dos centros clínicos do país. A escrita foi sempre a sua paixão, e a sua ideia de Céu é um dia inteiro com mais nada além do seu computador, o seu cão e a caneca de café.