As Naus de Verde Pinho

Viagem de Bartolomeu Dias contada à minha filha Joana
Promo
20%

As Naus de Verde Pinho

Viagem de Bartolomeu Dias contada à minha filha Joana
Livro recomendado PNL2027 dos 9-11 anos - leitura mediana

Obra recomendada pelas Metas Curriculares de Português para o 6º ano de escolaridade.

Nunca a história da viagem de Bartolomeu Dias foi tão fácil de aprender.

Num estilo muito próprio, Manuel Alegre conta aos mais novos, em verso, esta magnífica aventura empreendida por um extraordinário Capitão que levou no coração o país a navegar. Muitos perigos enfrentou e muitas batalhas travou e venceu para que o nome de Portugal nunca mais fosse esquecido.


Manuel Alegre nasceu a 12 de Maio de 1936, em Águeda. Estudou em Lisboa, no Porto e na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra. Em 1961 é mobilizado para Angola. Preso pela PIDE, passa seis meses na Fortaleza de S. Paulo, em Luanda, onde escreve grande parte dos poemas do seu primeiro livro, Praça da Canção.
É o poeta vivo mais lido em Portugal e a sua vasta obra literária, que inclui o romance, o conto, o ensaio, mas sobretudo a Poesia, tem sido amplamente difundida e aclamada. Os seus poemas foram cantados por muitos opositores ao regime e por Amália Rodrigues.
Foram-lhe atribuídos os mais distintos prémios literários: Grande Prémio de Poesia da APE-CTT, Prémio da Crítica Literária da AICL, Prémio Fernando Namora e Prémio Pessoa, em 1999. Ao seu livro de poemas Doze Naus foi atribuído o Prémio Dom Dinis.
Ler mais
Metas Curriculares
Metas Curriculares
€ 7,04
PVP   € 8,80
Poupe € 1,76 (20%) Comprar

Ano de Edição / Impressão / 2014
Número Páginas / 24

Dimensões / 218 x 08 x 186 mm
ISBN / 9789722056014
Editora / DOM QUIXOTE
Autor
ALEGRE, MANUEL
Manuel Alegre de Melo Duarte nasceu a 12 de Maio de 1936, em Águeda. Estudou em Lisboa, no Porto e Em Coimbra. Em 1961 é mobilizado para Angola.
Preso pela PIDE, passa seis meses na Fortaleza de S. Paulo, em Luanda, onde escreve grande parte dos poemas do seu primeiro livro, Praça da Canção.
Dirigente histórico do Partido Socialista desde 1974, foi vice-presidente da Assembleia da República de 1995 a 2009 e membro do Conselho de Estado.

Foram-lhe atribuídos os mais distintos prémios literários: Grande Prémio de Poesia da APE-CTT, Prémio da Crítica Literária da AICL, Prémio Fernando Namora, Prémio Pessoa, em 1999.
O seu livro de poemas Doze Naus recebeu o Prémio Dom Dinis.
Em 2016 recebeu o Prémio de Consagração de Carreira da Sociedade Portuguesa de Autores e o Prémio Vida Literária da Associação Portuguesa de Escritores.
Em 2017 foi distinguido com o Prémio Camões.