Pelos Teus Lindos Olhos

Coleção: Triângulo Jota - volume 8

Pelos Teus Lindos Olhos

Coleção: Triângulo Jota - volume 8
Livro recomendado PNL2027 dos 9-11 anos - leitura mediana

O Joel nunca tinha visto uma rapariga com uns olhos assim: um era azul e refletia o céu, o outro era verde e refletia o mar. E o que aqueles olhos eram capazes de fazer! Ele está disposto a tudo pelos lindos olhos de Ariane. Por isso, ajuda-a a roubar uma pedra de Marte de uma exposição e inicia-se nos mistérios da mente. Mas está cego de amor e não consegue ver que também o horror está diante dos olhos dele.
A pedra que caiu do céu. O observador de pássaros e os ladrões de olhos. O círculo sagrado das 12 mulheres. A hora das bruxas. O olho do diabo. E tudo isto se passa enquanto ele, o diabo, esfrega um olho.


Álvaro Magalhães nasceu no Porto, em 1951. A sua obra para crianças e jovens integra poesia, conto, ficção e textos dramáticos, repartindo-se por cerca de 70 títulos, que já cativaram mais de dois milhões de leitores. Ela caracteriza-se sobretudo pela originalidade e invenção, quer na escolha dos temas quer no seu tratamento, e pela força do imaginário e da palavra, produto de uma sensibilidade espiritualizada que reivindica a totalidade mágica da existência. É um apelo à imaginação e ao sonho, não como formas de escapismo mas como fatores poderosos de modelação do ser.
Ler mais
Metas Curriculares
Metas Curriculares
€ 9,90
Na compra do livro leve também o eBook por apenas € 2,49
Comprar

eBook
€ 6,99
Comprar
Ano de Edição / Impressão / 2015
Número Páginas / 160

Dimensões / 210 x 11 x 140 mm
ISBN / 9789892330648
Editora / ASA
Autor
Álvaro Magalhães nasceu no Porto, em 1951.
A sua obra para crianças e jovens integra poesia, conto, ficção e textos dramáticos, repartindo-se por cerca de 70 títulos, que já cativaram mais de dois milhões de leitores. Foi várias vezes premiado pela Associação Portuguesa de Escritores e Ministério da Cultura.
Em 2002, o seu livro O Limpa-Palavras e Outros Poemas foi integrado na “Honour List” do Prémio Hans Christian Andersen. No mesmo ano, o livro Hipopóptimos – Uma História de Amor recebeu o Grande Prémio Calouste Gulbenkian de Literatura para Crianças e Jovens.