Sinopse
Uma leitura essencial para quem quer compreender o espírito de Provença. A Provença de Lawrence Durrell, onde o autor viveu durante trinta anos, está saturada com os espíritos das civilizações do passado. No campo, no mercado e entre o povo, Durrell escuta os ecos das batalhas dos generais romanos como César e Agripa, recorda o amor de Petrarca por Laura, os debates medievais do amor cortês e a lírica dos trovadores. Um livro invulgar, que é ao mesmo tempo roteiro de viagem, bloco de notas e autobiografia, e que preserva as memórias das experiências mais pessoais de Durrell na região.
Ler mais Ler menos

Detalhes

  • ISBN: 9789899033801
  • Editora: DESASSOSSEGO
  • Ano de Edição / Impressão: 2022
  • Dimensões: 10 x 10 x 10 mm
  • Páginas: 240
O autor
Lawrence Durrell (1912-1990) foi um dos mais célebres romancistas ingleses do final do século XX. Nascido na Índia, frequentou o Colégio dos Jesuítas em Darjeeling e a St Edmund’s School, em Canterbury. O seu primeiro trabalho literário, The Black Book, surgiu em Paris, em 1938. A primeira coletânea de poemas, A Private Country, foi publicada em 1943, seguida pela trilogia Island: Prospero’s Cell, Reflections on a Marine Venus e Bitter Lemons.
A sua estada no Egito entre 1942 e 1945, durante a guerra, conduziu-o à sua obra-prima, O Quarteto de Alexandria, uma evocação sensual e brilhante de Alexandria no tempo da Segunda Guerra Mundial, obra que completou no Sul de França, onde se instalou definitivamente em 1957. Publicou ainda O Quinteto de Avinhão, entre 1974 e 1985.
Ler mais Ler menos