Diário De Um Mau Ano

Promo
20%

Diário De Um Mau Ano

Por encomenda do seu editor, um famoso escritor sul-africano radicado em Sydney, na Austrália, escreve um livro com as suas opiniões sobre os temas mais quentes do nosso tempo: conflitos étnicos, terrorismo, globalização, desastres ecológicos, experiências genéticas. Como já não é capaz de digitar os seus próprios textos, o velho escritor contrata uma vizinha, a jovem e sedutora filipina Anya, para transcrever as fitas onde grava as suas polémicas reflexões. Diário de Um Mau Ano entrelaça esse «livro dentro do livro» com os relatos íntimos, na primeira pessoa, de Anya e do próprio escritor. O pessoal e o universal iluminam-se reciprocamente, colocando em evidência a dificuldade de comunicação entre a tradicional cultura humanista do velho autor e a energia irreverente da jovem dactilógrafa. Entretanto, Alan, o ganancioso namorado de Anya, troça de tudo aquilo em que o escritor acredita e conspira contra ele. Comprovando mais uma vez o seu domínio sobre várias vozes, géneros e registos narrativos, Coetzee discute ao mesmo tempo o mundo contemporâneo e a sua representação no imaginário e na literatura.


J. M. Coetzee nasceu em 1940 na Cidade do Cabo, estudou na África do Sul e nos Estados Unidos e reside na Austrália. Recebeu o Prémio Nobel de Literatura em 2003. Entre as suas obras contam-se No Coração desta Terra (Prémio Booker e o Prémio Femina Étranger), À Espera dos Bárbaros, Vida e Tempo de Michael K, O Mestre de Petersburgo, Desgraça, O Homem Lento, Diário de um Mau Ano (um romance em que o autor dividiu a página em três planos narrativos distintos numa ousada experiência entre a ficção e o ensaio) e Verão, finalista do Prémio Booker de 2009, e muito acalmado pela crítica e pelos leitores.

Ler mais
€ 13,52
PVP   € 16,90
Poupe € 3,38 (20%) Comprar

Ano de Edição / Impressão / 2008
Número Páginas / 248

Dimensões / 235 x 16 x 155 mm
ISBN / 9789722035576
Editora / DOM QUIXOTE
Autor
J. M. Coetzee nasceu em 1940, na Cidade do Cabo, estudou na África do Sul e nos Estados Unidos, e atualmente reside na Austrália.
Entre as suas obras destacam-se No Coração desta Terra, À Espera dos Bárbaros, A Vida e o Tempo de Michael K, Desgraça, O Homem Lento, Diário de Um Mau Ano – um romance em que o autor dividiu a página em três planos narrativos distintos, numa ousada experiência entre a ficção e o ensaio –, e Verão, finalista do Booker Prize de 2009.
Tendo sido o primeiro escritor a vencer por duas vezes o Booker Prize, Coetzee viu ainda a sua mestria literária ser reconhecida com a atribuição do Prémio Nobel de Literatura, em 2003.