Polis, Poiesis

Polis, Poiesis

A poesia lírica de João Melo deixa evidente o estado de alienação no qual se encontra o mundo, mesmo em transformação. Ao buscar a sistematização de sua obra, sob a luz da memória, encontro o coro em canto polifônico que atravessa o tempo. «Poiesis, polis», contracanto à História, garante que esta não será compreendida como um sistema fechado, com um fim previsto e definido pelo mito, pelo poder do mito, pelo poder em si, mas — pelo contrário — será aberta ao coro de muitas vozes, como o poeta se abre em seu compromisso com o mundo sempre em andamento, pulverizando os arquivos da Memória que se quer viva e plena de sentidos. 

In «Prefácio» de Mário César Lugarinho 
(Universidade de São Paulo, Brasil)
Ler mais
€ 11,92
PVP   € 14,90
Poupe € 2,98 (20%) Comprar

eBook
€ 8,79
PVP   € 10,99
Poupe € 2,20 (20%) Comprar
Ano de Edição / Impressão / 2016

Dimensões / 210 x 07 x 135 mm
ISBN / 9789722128360
Editora / CAMINHO