letras_leya
13
Letras

Só (Paris, 1892), a principal obra de António Nobre, é marcada pela lamentação e nostalgia, imbuída de subjectivismo, mas simultaneamente suavizada pela presença de um fio de auto-ironia e pela rotura com a estrutura formal do género poético em que se insere, traduzida na utilização do discurso coloquial e na diversificação estrófica e rítmica dos poemas.
Ler mais
Ano de Edição / Impressão / 2009

Dimensões / 235 x 18 x 165 mm
ISBN / 9789895554157
Editora / OFICINA DO LIVRO