A Infância de Jesus

A Infância de Jesus

Depois de cruzarem oceanos, um homem e um rapaz chegam a uma nova terra onde recebem um nome e uma idade, são alojados num campo enquanto aprendem espanhol, a língua do seu novo país. Agora chamados Simón e David, dirigem-se ao centro de realojamento da cidade de Novilla, onde os funcionários são corteses, mas não necessariamente prestáveis. Simón arranja emprego. O trabalho é invulgar e extenuante, mas ele não tarda a estabelecer relações com os seus colegas estivadores, que nas horas vagas mantêm diálogos filosóficos sobre a dignidade do trabalho e de uma maneira geral se afeiçoam a ele. Assume então a incumbência de localizar a mãe de David. Embora, como todos os que chegam a este novo país, ele pareça estar limpo de todos os vestígios de recordações, tem a convicção de que a reconhecerá quando a vir. E, efectivamente, ao passear pelo campo com o rapaz, vislumbra uma mulher que tem a certeza de tratar-se da mãe dele, persuadindo-a a assumir esse papel. A mãe de David vem a aperceber-se de que está em presença de uma criança excepcional, de um rapaz inteligente e sonhador, com ideias muito invulgares sobre o mundo. As autoridades académicas, porém, detectam nele um traço de rebeldia e teimam em que seja enviado para uma escola especial distante. A mãe recusa-se a entregá-lo e é Simón que tem de conduzir o automóvel durante a fuga do trio pelas montanhas. A Infância de Jesus integrou a seleção dos melhores livros de 2013 dos jornais Expresso e Público.


J. M. Coetzee nasceu em 1940 na Cidade do Cabo, estudou na África do Sul e nos Estados Unidos e reside na Austrália. Recebeu o Prémio Nobel de Literatura em 2003. Entre as suas obras contam-se No Coração desta Terra (Prémio Booker e o Prémio Femina Étranger), À Espera dos Bárbaros, Vida e Tempo de Michael K, O Mestre de Petersburgo, Desgraça, O Homem Lento, Diário de um Mau Ano (um romance em que o autor dividiu a página em três planos narrativos distintos numa ousada experiência entre a ficção e o ensaio) e Verão, finalista do Prémio Booker de 2009, e muito acalmado pela crítica e pelos leitores.

Ler mais
€ 17,90
Na compra do livro leve também o eBook por apenas € 2,49
Comprar

eBook
€ 12,99
Comprar
Ano de Edição / Impressão / 2013
Número Páginas / 328

Dimensões / 236 x 23 x 156 mm
ISBN / 9789722052832
Editora / DOM QUIXOTE
Promoções Ativas: Oferta de portes CTT48
Autor
J. M. Coetzee nasceu em 1940, na Cidade do Cabo, estudou na África do Sul e nos Estados Unidos, e atualmente reside na Austrália.
Entre as suas obras destacam-se No Coração desta Terra, À Espera dos Bárbaros, A Vida e o Tempo de Michael K, Desgraça, O Homem Lento, Diário de Um Mau Ano – um romance em que o autor dividiu a página em três planos narrativos distintos, numa ousada experiência entre a ficção e o ensaio –, e Verão, finalista do Booker Prize de 2009.
Tendo sido o primeiro escritor a vencer por duas vezes o Booker Prize, Coetzee viu ainda a sua mestria literária ser reconhecida com a atribuição do Prémio Nobel de Literatura, em 2003.