Sinopse
Dando continuidade a uma das mais icónicas coleções da literatura portuguesa atual, Afonso Cruz traz-nos agora o volume 8, dedicado ao mais fraturante dos temas. No oitavo volume da Enciclopédia da Estória Universal - coleção que recolhe factos (reais ou não) esquecidos pela História -, encontramos uma quantidade considerável de verbetes sobre Deus e afins. Mais não são do que uma maneira de olhar o absoluto de uma perspectiva especulativa, filosófica e divertida, visão que pode acontecer a qualquer um que beba um copo de vinho a mais ou leia muito. «Cada pessoa, independentemente do lugar onde chega na vida, sabe que a morte não terá em consideração qualquer correspondência com a grandiosidade ou a pequenez experimentadas ao longo dos anos. Uma pessoa simples poderá ter uma morte grandiosa, e uma pessoa grandiosa poderá morrer engasgada com um caroço. É a lei da morte.» «Se a verdade não existe, então, não pode ser verdade que ela não existe.» Malgorzata Zajac
Ler mais Ler menos

Detalhes

  • ISBN: 9789897840302
  • Editora: ALFAGUARA
  • Ano de Edição / Impressão: 2022
  • Dimensões: 155 x 9 x 248 mm
  • Páginas: 80
O autor
Afonso Cruz é escritor, ilustrador, cineasta e músico da banda The Soaked Lamb. Nasceu em 1971. Estudou na escola  António Arroio, nas Belas-Artes de Lisboa e no Instituto Superior de Artes Plásticas (Madeira).
Recebeu vários prémios entre os quais o Prémio Literário Maria Rosa Colaço 2009 com Os Livros Que Devoraram o Meu Pai; Prémio Autores 2011 SPA/RTP; Escolha White Ravens 2011; Menção especial do Prémio Nacional de Ilustração;  Lista de Honra do IBBY (International Board on Books for Young People); Prémio Ler/Booktailors na categoria Melhor Ilustração Original e Menção Especial do Prémio Nacional de Ilustração 2011 com o livro A Contradição Humana.
Ler mais Ler menos