Guerra e Terebintina

Brinde
letras_leya
18
Letras

Guerra e Terebintina

Um romance maravilhoso sobre memórias, arte, guerra e amor.

Urbain Martien – um soldado flamengo que sobreviveu à Primeira Guerra Mundial – deixou ao neto dois cadernos contando a sua vida desde criança. Depois de muito tempo sem conseguir abri-los, o escritor Stefan Hertmans decidiu prestar-lhe homenagem reescrevendo essas memórias. E, à medida que lia as palavras do avô, encontrou a chave de muitos quartos que até então tinham permanecido fechados.
Da infância miserável nas igrejas a ver o pai pintar às trincheiras geladas da Flandres onde combateu; do casamento com a irmã da rapariga que amava à luta entre o que desejava ser e o que foi obrigado a tornar-se, Guerra e Terebintina é um livro com reminiscências de Sebald que cruza a biografia, o romance e a história e nos oferece o retrato de um herói anónimo pintado com a beleza de um fresco renascentista.


- Nomeado para o Man Booker International Prize 2017
- Livro do Ano da revista Economist
- Finalista do Prémio Strega Europeo
- Vencedor do Prémio da Cultura Flamenga para a Literatura (prosa)
- Vencedor do Prémio Literário AKO
- Vencedor do Prémio do Júri dos Leitores do Golden Book Owl
- Vencedor do Inktaap 2016 (Prémio Jovens Leitores)
- Finalista do Prémio Literário Libris
- Finalista do Prémio Fintro
- Finalista do Prémio de História (Davisfond)



«Guerra e Terebintina tem tudo para se tornar um clássico.»
The Guardian

«Um dos livros mais tocantes do ano.»  
De Standaard

«A prosa de Hertmans tem a mesma riqueza da paleta do seu protagonista.»
Kirkus Reviews
Ler mais
eBook
€ 12,99
Comprar
Ano de Edição / Impressão / 2019
Número Páginas / 328

Dimensões / 231 x 21 x 157 mm
ISBN / 9789722066341
Editora / DOM QUIXOTE
Promoções Ativas: Oferta de portes CTT48
Vídeos
Video Booktrailer
Autor
Stefan Hertmans nasceu em Ghent, na Bélgica, em 1951. Publicou romances, contos, ensaio, teatro e poesia. É um dos principais autores flamengos contemporâneos, tendo a sua obra recebido os principais prémios literários da literatura flamenga e sido traduzida em várias línguas.
Participou de prestigiados festivais literários por todo o mundo. Fez duas residências literárias, uma delas na Casa Marguerire Yourcenar. Foi professor convidado na Sorbonne, em Paris, e também nas Universidades de Berlim, Viena e Cidade do México.
Guerra e Terebintina foi traduzido em 29 países e adaptado ao teatro.