Morro Bem, Salvem A Pátria!

letras_leya
14
Letras

Morro Bem, Salvem A Pátria!

O retrato de Sidónio Pais, um presidente populista amado pelas mulheres e celebrado por Fernando Pessoa.

Assassinado à queima-roupa na estação do Rossio, em Lisboa, Sidónio Pais é, sem sombra de dúvida, uma das figuras mais controversas e enigmáticas da História de Portugal. A acção deste livro centra-se no dia da sua morte, recuando aos  tempos que precederam o homicídio de Sidónio e prolongando-se até depois do seu desaparecimento. Mais do que uma reconstituição histórica, trata-se de um texto ficcional, intenso e dramático, no qual, para falar de Sidónio Pais, são convocadas muitas vozes – de Fernando Pessoa a Álvaro de Campos, passando pelo Repórter X – que tentam perceber quem foi o homem, o que sonhou, o que desejou para Portugal, e como o presidente da “República Nova” via o mundo, de que se despediu aos 46 anos. Presidente populista com uma visão autoritária e fortemente personalizada da função máxima do Estado, Sidónio entrou no imaginário popular: para uns, como salvador da pátria; para outros, como um impenitente mulherengo; para outros, ainda, como o “Presidente-Rei”, nas palavras de Pessoa. Assim ganhou a dimensão de mito após a sua morte. Um mito que perdurou e que é resgatado em Morro Bem, Salvem a Pátria!. Registadas para sempre por um jornalista inspirado, terão sido essas as últimas palavras de Sidónio?
Ler mais
€ 13,90
Na compra do livro leve também o eBook por apenas € 2,49
Comprar

eBook
€ 9,99
Comprar
Ano de Edição / Impressão / 2010
Número Páginas / 180

Dimensões / 235 x 12 x 155 mm
ISBN / 9789895555253
Editora / OFICINA DO LIVRO
Autor
José Jorge Letria - Jornalista e escritor, autor de programas de rádio e de TV, nasceu em Cascais. A sua obra está traduzida em várias línguas. Ganhou dois Grandes Prémios da APE, dois Prémios Eça de Queiroz – Município de Lisboa, o Prémio Internacional UNESCO, o Prémio Aula de Poesia de Barcelona, o Prémio Plural (México) ou o Prix International des Arts et des Lettres (Paris). É presidente do Conselho de Administração e vice-presidente da direcção da Sociedade Portuguesa de Autores e membro do Comité Executivo do Conselho Internacional de Autores Dramáticos, Literários e Audiovisuais.