Sinopse
Nos seus sessenta e muitos anos, Artur era um psiquiatra que gostava de trocar pílulas por histórias. Pelo seu consultório passavam pais em desespero, o ocasional suicida…Todos lhe depositavam no colo sonhos e dramas. Ele escutava, coração aberto q.b., olho distraído no ponteiro do relógio. Até que um dia lhe entrou pela porta Luísa, de longos cabelos dourados, a beleza escondida num camisolão pesado. Trazia com ela muitos passados, cicatrizes de amantes que foram ficando pelo caminho:
“Vou acumulando uma despensa cheia de destroços no meu coração.
E depois já não é uma despensa; é uma despensa e uma garagem. E depois são destroços por todo o lado. E pronto! Estou aqui. Com um bocadinho de esperança em si. Nem sei porquê.”
O psiquiatra ouviu e guardou mais esta história. Interessou-se um pouco mais, ansiou por puxar o fio àquela meada. Mas, por mais que ao fim do dia se refugiasse à sombra das magnólias e meditasse, a vida não parava e outros náufragos lhe aportavam ao cais. Como Jarbas, que lhe atirou de chofre: “Pode-se amar duas mulheres ao mesmo tempo?”
E é nesse labirinto, onde se desenham encontros e fugas, que Eduardo Sá inscreve o seu novo romance, Nada no Amor é Por Acaso. Espantado sempre com a persistência do amor, que cai e se levanta, o autor lembra-nos que quase tão difícil como nos entregarmos ao amor é conseguir não o fazer.
Ler mais Ler menos

Detalhes

  • ISBN: 9789892353326
  • Editora: LUA DE PAPEL
  • Ano de Edição / Impressão: 2022
  • Dimensões: 234 x 157 x 18 mm
  • Páginas: 264
O autor
Eduardo Sá é Psicólogo Clínico e Psicanalista, Professor da Universidade de Coimbra e do ISPA.
É autor de artigos e de livros científicos na área da psicanálise e da psicossomática, e de livros de divulgação no âmbito da saúde familiar e da educação parental. É diretor do Babylab – Laboratório de Psicologia do Bebé da Universidade de Coimbra. Depois de anos a colaborar na Antena 1, e de ter feito com Fátima Lopes o programa Amor em Tempo de Crise, na TVI24, passou a colaborar regularmente com o jornal e rádio Observador, em junho de 2019, onde tem o podcast Porque Sim Não é Resposta.
Ler mais Ler menos