O Mensageiro do Rei

O Mensageiro do Rei

Amores impossíveis num Portugal em convulsão, entre o Regicídio e o nascimento da República.

D. Manuel II foi o nosso último rei. Tinha dezoito anos, quando mataram seu pai, D. Carlos, e o príncipe real Luís Filipe, em 1908. De súbito, caía sobre a cabeça do jovem a obrigação de reinar um país onde os monárquicos não se entendiam, decadentes, caciques traiçoeiros e republicanos que recorriam a todos os métodos, da grande oratória à intriga mesquinha, para que a República deixasse de ser um sonho. Reinou trinta meses. Teve seis governos e a obrigação de casar com uma princesa. Os reis europeus recusaram-lhe filhas e netas, antevendo a queda da realeza, e, à falta de princesa, apaixonou-se por uma deusa francesa: Gaby Deslys. Linda! O amor entre os dois foi o único legado coerente do seu reinado. Rigoberto era o mensageiro que lhe levava notícias do amor distante. Também ele apaixonado por Gardénia.
É a história de amizade entre o rei e o mensageiro, assim como as histórias dos amores de ambos, que vos narro neste livro. Até que o amor os separou, a Monarquia caiu e a República nasceu para viver durante 16 anos, com 45 governos, duas ditaduras pelo meio, e oito presidentes da República.
Ler mais
€ 10,14
PVP   € 16,90
Poupe € 6,76 (40%) Comprar

eBook
€ 5,99
PVP   € 9,99
Poupe € 4,00 (40%) Comprar
Ano de Edição / Impressão / 2017
Número Páginas / 332

Dimensões / 235 x 21 x 157 mm
ISBN / 9789897416972
Editora / CASA DAS LETRAS
Autor
FLORES, FRANCISCO MOITA
Francisco Moita Flores é dos autores de Língua portuguesa mais conhecido quer pela sua obra literária, que inscreve títulos como A Fúria das Vinhas, Segredos de Amor e Sangue, A Opereta dos Vadios, Mataram o Sidónio!, O Dia dos Milagres, entre muitos, quer pelos brilhantes trabalhos que escreveu para cinema e televisão, onde se recordam A Ferreirinha, Ballet Rose, Alves dos Reis, O Processo dos Távoras. Mestre na arte dos diálogos, as suas personagens ganham corpo e alma conforme se desenrola a narrativa dramática. 
Traduzido em várias línguas e várias vezes premiado em Portugal e no estrangeiro, foi distinguido com a condecoração de Grande Oficial da Ordem do Infante.
O seu livro O Mensageiro do Rei, marca trinta e cinco anos de carreira literária do autor. Um dos romances mais apaixonantes, e possivelmente, o mais intenso, da caminhada de sucessos que marcam a caminhada deste escritor pelo mundo das palavras.