O Pináculo

Promo
10%

O Pináculo

O Deão Jocelin tem uma visão: Deus escolheu-o para erigir um magnífico pináculo na sua catedral. O pedreiro encarregado da obra desaconselha-o fortemente, pois a velha catedral foi construída sem fundações e é um milagre que se mantenha de pé. Mesmo assim, o pináculo ergue-se, octógono sobre octógono, cume sobre cume, até os pilares começarem a estremecer e a afundar-se no solo.
A sua altura lança uma sombra cada vez mais escura sobre o chão e, em particular, sobre o Deão Jocelin. Mas este, que acredita ser um mero instrumento nas mãos de Deus, abençoado por uma visão do Criador, insiste em elevar mais e mais alto o pináculo. Todavia, as consequências da concretização do seu objectivo revelam-se trágicas para aqueles que o rodeiam.
Ambientado na Inglaterra medieval, e inspirado na história da catedral de Salisbury, O Pináculo é um romance sobre a realização criativa, que dá vida ao impossível, mas também sobre o custo financeiro, físico e espiritual da loucura de um homem. Ao espelhar na narrativa a progressão dessa loucura, William Golding alcança algo extraordinário. A aparente simplicidade de um livro complexo é o testemunho da sua habilidade literária.
Ler mais

Os ebooks e audiobooks mais populares disponíveis na subscrição Kobo+e_Leya.

€ 13,41
PVP   € 14,90
Poupe € 1,49 (10%) Comprar

eBook
€ 9,89
PVP   € 10,99
Poupe € 1,10 (10%) Comprar
Novidade / -10% Promoção válida de 2021-07-08 a 2021-10-20
Ano de Edição / Impressão / 2021
Número Páginas / 208

Dimensões / 235 x 15 x 157 mm
ISBN / 9789722072298
Editora / DOM QUIXOTE
Promoções Ativas: Novidades
Autor
Romancista inglês, William Golding nasceu em 1911, na Cornualha, e estudou Literatura Inglesa, em Oxford.
Professor, abandonou a profissão durante a Segunda Guerra Mundial, tendo servido na Royal Navy. Apesar de ter publicado um livro de poemas em 1934, só depois da Guerra é que Golding se dedicou à escrita.
Publicou o seu primeiro romance em 1954, O Deus das Moscas, um sucesso imediato, que a crítica internacional considerou como uma das maiores obras do século XX. Da sua vasta obra, destacam-se ainda Os Herdeiros (1955), Pincher Martin (1956), Em Queda Livre (1959), O Pináculo (1964) e a trilogia Ritos de Passagem (1980), vencedor do Prémio Booker, Abordagem (1987) e Fogo no Porão (1989). Fazem também parte da sua bibliografia alguns ensaios e o seu último romance, A Duas Vozes, publicado postumamente, em 1995.
Golding recebeu o Prémio Nobel de Literatura em 1983 e, em 1988, foi elevado ao grau de Cavaleiro, juntando ao seu nome o título de Sir. Viria a falecer em 1993.