Sinopse
Às 21h08 do dia 13 de Abril de 1970, enquanto a missão espacial Apollo 13 deixa o mundo em suspenso ao anunciar Houston, we've had a problem, Cristina Maria nasce num bairro social do Porto. A coincidência escapa por completo aos seus pais, que perdem assim a oportunidade de juntar uma boa história à já sobrelotada mitologia familiar.  A década de 70 está a dar os primeiros passos e, com ela, traz um vislumbre de modernidade a um país cinzento. As senhoras fazem a mise, os cinemas inauguram as sessões da meia-noite, diz-se bom-dia com Mokambo, os quiosques vêem esgotar a revista Gina, inauguram-se os primeiros centros comerciais... Mas se as melhores casas do país se rendem à alcatifa, no Bairro, o linóleo não tem rival. Se milhões choram a separação dos Beatles, o Bairro baila alegremente ao som dos Diapasão. O Bairro é imune ao mundo porque o Bairro é o mundo. Cristina Maria, que nunca descobrirá a sua ligação ao programa espacial americano, sonha voar mais alto. Não precisa de validação exterior para traçar o seu destino, que, sabe, está para lá dos limites do Bairro. Ela, que se sente especial desde que tem consciência de si, jura nunca ter uma vida assim-assim. Retrato das últimas décadas do século XX no Porto através dos sonhos e desalentos de uma jovem nascida nas margens da cidade, Uma Vida Assim- Assim apresenta-nos ao Bairro que a viu nascer e a uma panóplia de personagens tão extravagantes quanto vívidos, tão humanos quanto anedóticos. Nesta vertiginosa viagem a um destino que não consta dos guias turísticos, encontramos o outro lado da vida.
Ler mais Ler menos

Detalhes

  • ISBN: 9789892351964
  • Editora: ASA
  • Ano de Edição / Impressão: 2021
  • Dimensões: 235 x 157 x 11 mm
  • Páginas: 160